Amor, eu sei que você está aqui.

Ta ligado que tem muita gente amando nesse mundo mas metade não sabe se é correspondido, né? Não to aqui pra dar lição de moral pra nin...


Ta ligado que tem muita gente amando nesse mundo mas metade não sabe se é correspondido, né? Não to aqui pra dar lição de moral pra ninguém, muito menos questionar a incapacidade de um desapego de uma noite, o ponto chave é que um dia eu, você e qualquer pessoa desse mundo vai conhecer alguém de fato. Um ser que te vire do avesso e que te deixe no chão com tanto sentimento guardado em segredo; vai querer um colo pra dormir, um beijo pra dar e, uns belos empurrões que te faça refletir sobre a verdade, mas a gente sabe que não dói, é pro nosso bem.

Vai chegar tarde em casa, talvez não te ligue por 3 dias e às vezes o próprio trabalho vai atrapalhar um bocado. Depois de uns belos dias felizes e com grandes receios andando lado a lado, você deita junto à ele  e se questiona sobre os defeitos que ele transporta, mas agora já era!

Não adianta ficar se perguntando onde é que você errou, porque não cola. O que tinha que acontecer tá fluindo e ''nós aceitamos o amor que achamos que merecemos''. Sempre temos a esperança de encontrar um alguém que nos acolha do jeito que somos e não nos faça exigências. Alôoo! Vivemos em que planeta?
Seria um ato de honestidade assumir que fazemos exigências sim e que de cara não aceitamos o jeito da pessoa. Porém, indivíduos com imprecisões ou não, assim como você, existe e existirá, somente precisamos descobrir o melhor que eles podem oferecer.

Antes de qualquer coisa, pare e pense nas qualidades que te levaram a conhecer mais aquela pessoa.Tô falando de qualidades da alma, das atitudes, não do externo e do superficial. Sem chance se você disser que aquela barba te atraiu assim logo de cara (tá isso acontece), porém, vamos combinar que a atenção e o carinho são inestimáveis.

Agora respire, conte até 10 e decida sua vida de uma vez. Seja racional pelo menos e compreenda as imperfeições que cada um de nós carregamos. Permita conhecer algo novo, mesmo com desafios e, principalmente confie no amor que você concederá. Porque o amor não dói, ele cura e pode te transformar.


Por Amanda Belém

Quero saber mais

2 comentários