O ''ser'' importante -Part 12- Paz na alma primeiro

Decidi contar que tenho HPV( Papilomas Virus Humano). Não é HVI , mas poderia ser. Não poderia ser e ainda bem que não é. Não vem ao c...


Decidi contar que tenho HPV( Papilomas Virus Humano). Não é HVI, mas poderia ser. Não poderia ser e ainda bem que não é. Não vem ao caso como contrai a peste, mas acidentalmente pude constatar que cerca de 50 % da população mundial, é portador do vírus. Sou uma pessoa cuidadosa, limpa, e me valorizo demais, acredito que sou chata e ranzinza às vezes por isso. Eu arrisquei de forma bem errada, e acabei me ferrando.Todos os sermões meus pais já me deram, e o tratamento está sendo realizado faz um ano.

Quando descobri, me via sem chão e a única coisa que eu fiz foi : Pesquisar no Google. Não recomendo à ninguém, pois o fato de não ter cura causa um certo surto psicótico e uma depressão por meses e quem sabe anos se não for tratado.

Não hesitei em procurar um especialista e o tal exame que fiquei de buscar no hospital era relacionado o mesmo caso. Não é legal ficar de pernas abertas e sentir cólicas absurdas, e perceber que uma médica está pouco se fodendo pro que você tem. '' Menina... você não pode ficar tanto tempo sem fazer exames.''

Mas a questão é que ela esquece que não tenho dinheiro, e que as consultas demoram 1 mês para serem marcadas e são disponíveis apenas 16 vagas, sendo que nem sempre eu consigo a vaga.
Eu não to morrendo, me cuido, estou me entupindo de remédios e to odiando a ideia de começar um novo relacionamento. Não me vejo com um alguém, e eventualmente não sei se a mesma me compreenderia.

Faz mais de 1 ano que aplico um ácido um dia sim um dia não, antes de dormir na área lesionada. No começo foi forte. Eu chorava, gritava, não dormia, tinha gripe, febre, ficava enjoada, mau-humorada e me alimentava muito mal. Músicas do Charlie Brown só tocavam em minha playlist.
Mas aí fui obrigada a comer direito e eliminar qualquer droga legal do meu dia-a-dia. Não bebo mais e evito ao máximo sair; fujo de coisas depressivas pra não ficar lembrando de como tudo isso ocorreu.

Te digo que não deixei de usar camisinha no meu único e ultimo relacionamento de 4 anos e que apenas num descuido, apenas um, o mal veio. Estou vivendo a vida como qualquer outra pessoa e meu exame, aquele ... se lembra? Deu negativo para câncer no útero, no entanto, de 4 em 4 meses terei que abrir as pernas. Nada legal isso.

A minha motivação para escrever os meus textos foi justamente pelo grande momento intenso que venho passando. Já esperava por dias difíceis. Não sento, mal ando e choro frequentemente. Mas eu tenho que ser impetuosa, tenho que deixar o meu organismo forte e minha alma em paz.  
Mesmo que demore pra eu me curar das lesões, tenho certeza que aprendi muito mais com os meus erros, e estou renascendo. Não culpo ninguém pelo o que aconteceu, mas a fúria pelo indivíduo é inevitável. ''Seu filho de uma puta, por que você não me avisou?''. No entanto, não consigo olhar do mesmo jeito pra todos a partir de agora.

Estamos em agosto, e já não sei quando vou poder dizer : ''estou livre'' fisicamente, é desgastante.
O importante é que apesar de tudo ''levo a vida devagar pra não faltar amor...''

Por Amanda Belém

Quero saber mais

2 comentários