O ''ser'' importante -Part 6- Dia da faxina Bebê!

Acordei ás 8 e 15 da manhã de um dia que querendo ou não, me deixaria um pouco surda. A faxineira chegou. Já faz mais ou menos 4 anos ...


Acordei ás 8 e 15 da manhã de um dia que querendo ou não, me deixaria um pouco surda. A faxineira chegou. Já faz mais ou menos 4 anos que ela trabalha aqui em casa, e pode parecer loucura mas sempre nos estressamos com as quebrações momentâneas. Ela grita, cospe, e fala mal da filha o tempo inteiro. Já era pra eu estar acostumada, mas não. Acabo sendo uma psicóloga nos momentos de pertubação mental que ela passa.

Arrumei o meu quarto rapidamente para que o trabalho começasse a ser feito e o papo evaporasse. 
Cerca de 10 min depois, fui até a cozinha e dei um ''bom dia'' com uma cara de sono irreconhecível e de ''saco cheio''. Peguei um pão, o patê de frango, peguei a minha xícara favorita de ''super namorada'' (ex) e preparei um café com leite que tanto sonhei. Não fui muito rápida pra comer, pelo menos dessa vez, mas acredite, eu já estava pensando no que preparar para o almoço.

Meu pai como sempre, todas as manhãs colhe os seus frutos nas minifazendas da internet. Já falei com ele que isso vicia, mas não adianta, 8 minifazendas pra cuidar, já é digno de pena mesmo. De fato, o ato de ignorar a faxineira não é porque não gostamos dela, o X da questão é o falatório exacerbado, chato e monótono...fora o escândalo, em plena terça feira.

Me escondi no fundo da cozinha depois do café e cogitei supostas ideias para o almoço. Arroz, abóbora com carne, salada de tomate com alface e cenoura com maionese; uma jarra de suco natural de manga para beber e de sobremesa gelatina de uva com creme de leite. Consigo me virar muito bem na cozinha, pelo menos os elogios são muito favoráveis.

Finalizei o ''meni'' (em Bósnio) em apenas 1 hora 30 min. Com isso, pude fazer outras coisas pendentes tipo: recolher roupas do varal e afins. Fiquei aguardando na sala até que ela descesse do meu quarto. e tcharaaaan: tudo limpinho =].

Quando permaneço no meu quarto me dá tédio ficar sem fazer nada, por isso, tive a grande ideia de redecorar pela 45ª vez a parede da escrivaninha e acredito ter dado certo pelo menos dessa vez. Músicas como : ''Pyro'', ''Use Somebody'' e ''Sex on Fire'' da banda ''Kings of Leon'' infestaram a minha alma, o meu espírito artístico e aguçaram a minha criatividade. Coloquei fíguras importantes, recados, lembranças, cartões postais e algumas coisas que conquistei durante algum tempo. Arrumei a prateleira das câmeras também.

Me resguardei por um momento e foi o tempo suficiente para me decepcionar. CREDO!
Eu não to cansada de ficar pensando na mesma pessoa, mas to exausta de saber que um ''sinto muito'' pode estar por vir. A ficha uma hora tem que cair, mas isso é cruel e o ''Mundo é mal''-como diz o meu ex professor de Marketing da faculdade. Precisava sair desse estado de... apaixodiotice. Mas to vendo que por agora não.

Quando terminava a minha ultima colagem, a faxineira se despediu berrando como sempre e bateu o portão de forma nada perspicaz. Ufa! Dessa vez ela não quebrou nada. Mas meu pai quase arrebentou o meu coração. Ele vai buscar os meus remédio amanhã, (àqueles que sairam super caros, se lembra?), pois é, vou me entupir dessas coisas por um bom tempo e te conto como os são. Até!

Quero saber mais

0 comentários